terça-feira, 26 de maio de 2009

Chegou a hora!

Quando Barcelona e Manchester United pisarem no estádio Olímpico de Roma, o mundo inteiro estará colado em um televisor pronto para assistir, provavelmente, o jogo mais aguardado dos últimos anos. Talvez aguardado seja pouco quando na verdade esse é o jogo mais desejado pelos amantes do futebol. Se o Chelsea se classificasse ante o Barça, com certeza faria uma final bastante interessante contra os Diabos Vermelhos, mas (como já citei em outro post) os deuses do futebol foram bondosos em nos dar um jogo tão recheado de história e de números tão impressionantes que só nos resta reverenciar a atuação dos 22 craques que estarão em campo, nesta quarta-feira, com muita atenção. Até mesmo o palco do espetáculo será o ideal já que o Olímpico de Roma já sediou finais de Copa do Mundo, Olimpíadas e quatro finais de Liga dos Campeões, além de ter grandes dimensões, fator interessante para que dois times tão ofensivos tenham bastante espaço para brilhar.

Além do fato de os dois times contarem com os dois maiores jogares do planeta, Barcelona e Manchester terão muito mais do que somente a Taça de campeão europeu em jogo. O Barça, dono de dois títulos da Liga, chega a sua sexta final com a melhor média de gol marcados por um finalista nos últimos dez anos, 30 em 12 jogos. Seu técnico, Pep Guardiola, terá a chance de entrar para um seleto grupo, que inclui Cruyff, Carlo Ancelotti e Rijkaard, de ex-jogadores que venceram também como treinador. O time catalão poderá ainda conquistar a tríplice coroa, depois de garantir o título do Campeonato Espanhol e da Taça do Rei, feito nunca atingido por um clube espanhol.


Do outro lado, o time de Sir Alex Ferguson tentará a sua quarta Liga dos Campeões, a terceira sob o comando do mesmo treinador. Atual campeão do torneio, poderá se tornar o primeiro time a conquistá-lo por dois anos consecutivos desde que passou a se chamar Champions League, e a sétima vez na história. Depois de uma fase de grupos com atuações fracas, porém invicto, o Manchester chegou à final com uma facilidade assustadora ao vencer o Arsenal duas vezes, com um placar agregado de 4 a 1.


Nem sequer citei os números individuais dos dois times, já que para isso precisaria de mais uns três post, mas acreditem que também impressionam. Com tudo isso, a única certeza que podemos ter é que emoções não vão faltar na tarde desta quarta-feira. Pelo lado do Barça, seus dois laterais não estarão em campo, já que Abidal e Daniel Alves estão suspensos. Mas o ataque, o que realmente importa, está completo, com Messi, Eto'o e Henry sendo assistidos por Iniesta e Xavi.


O Manchester não deve ter muitas alterações do time que bateu o Arsenal, a única mudança deverá ser a entrada de Fletcher, que volta de lesão. Tevez deverá mesmo começar no banco. Vai entender a cabeça do Ferguson! Rooney e Cristiano Ronaldo, para alegria dos fãs, estarão em plena forma em campo.


Enfim, não perca!


2 comentários:

Júnior Maurell disse...

Que jogão !!!!!! Amanhã se quiser falar comigo liga pra Roma!!! Abraçosss

Gabriel disse...

Ainda bem que estamos em Madrid! Veremos em horário nobre rsrsrs!
Só fico triste de não ver este jogo com vc para saber dos detalhes...
Beijô, filhão!